conteudo

Conteúdo para Facebook: regras e dicas para postagem

Diante de toda a discussão por conta dos termos de uso do Facebook uma outra dúvida andou rodando por aí: Quer dizer que eles estão “punindo” não só quem faz coisa “errada” na capa? Estão punindo também outras páginas? Por que?

É o Facebook começou a olhar para as páginas brasileiras e avaliar as denúncias que são feitas pelos usuários também. Neste post vamos esclarecer mais um ponto importante sobre as páginas no Facebook: o que pode e não pode publicar e com que frequencia eu devo publicar.

O que pode e não pode publicar:

  • Você pode publicar conteúdo relativo a sua marca, sua empresa e seu produto, bem como aos produtos que você comercializa;
  • No entanto você NÃO PODE publicar divulgação de produtos de terceiros. Isso porque o Facebook é uma empresa e, como toda empresa, tem objetivo de lucro, ao permitir que uma página publique conteúdo de outra empresa ou marca ele estará deixando de arrecadar recursos com as suas próprias propagandas.
  • Você – obviamente – não pode publicar conteúdo que pregue violência, racismo, bulling, assédio, discurso de ódio, nudez conforme as normas explicitas nos Padrões das Comunidades do Facebook. Afinal de contas isso é contra a lei na maioria dos países onde o Facebook atua;
  • Você também não pode associar a sua marca, ou a marca da sua empresa/produto/página a marca do Facebook, utilizar sem autorização, ou ainda de forma “enganosa, prejudicial, obscena ou de outra maneira censurável pelo Facebook”, conforme prega a Central de permissões para marcas do Facebook. Como o Facebook é uma marca muito forte ela não pode permitir que outras marcas se utilizem do seu ativo maior que é seu nome, principalmente porque ela visa lucro;
  • Ainda de acordo com a Central de permissões para marcas do Facebook, não é permitido o uso do logotipo ou qualquer imagem relacionada diretamente ao Facebook como elemento principal ou de destaque na sua fan page ou qualquer outro tipo de material, incluindo impressos.Novamente entramos no ponto de que o Facebook é a mídia social, e não deve ser associada a sua marca, provendo vantagens pelo seu uso a qualquer empresa.
  • Não é permitido utilizar a imagem do botão curtir em nenhum tipo de propaganda/anúncio online;O botão curtir também é um ativo do Facebook, as pessoas atrelam a sua imagem a marca Facebook, portanto não pode também ser utilizada com fins promocionais sem devida autorização
  • Você não pode criar uma página para uma região geográfica (eu disse página – você pode ter grupos!)

    Exigimos que as páginas sejam gerenciadas por representantes oficiais do assunto e nenhuma pessoa pode representar individualmente uma localização geográfica. Se você faz parte de um governo ou organização que representa ou controla uma localização geográfica, você pode ter uma página para isso. No entanto, o nome dessa página deve indicar claramente sua organização. Por exemplo, “Cidade de Nova York – Prefeitura”

Já com relação a frequencia de publicação o que temos a dizer é que:

  • Muitas empresas brasileiras tem abusado das publicações, fazendo diversas publicações por dia em suas fan pages, isso não traz nenhum benefício a marca, pelo contrario. As pessoas buscam uma rede social muito mais pela interação com outras pessoas do que propriamente com marcas. É claro que muitas pessoas interagem com as marcas, mas elas não estão na rede pelas marcas.
  • A tendência quando você faz muitas publicações hoje em dia são duas: (1) ou a pessoa “descurte” a página para a sua timeline não ficar “poluída” com coisas que de fato não a interessam ou (2) o Facebook irá ocultar suas publicações a partir de sua pontuação no Edgerank.

    O Edgerank é o algoritmo criado pelo Facebook para determinar o que irá aparecer na timeline de um usuário. Ele considera 3 fatores: Afinidade (com a página – a afinidade é o item mais complicado de se analisar, porque se você não comentar, compartilhar, curtir ou visualizar alguma foto ou vídeo, o Edgerank irá considerar que o conteúdo postado não lhe é mais atrativo e não irá mais oferecer a você), Tipo de postagem (num ranking onde a escala de prioridade é vídeo> álbum> foto> link> texto) e Tempo (horário da postagem e horário da conexão).

  • Diante dessa consideração o que se percebe é que não adianta publicar várias vezes por dia, porque se você publicar 6 vezes e a pessoa não curtir nenhuma o nível de engajamento dela será baixo, muito menor do que se você postar apenas 1 vez por dia, ou 3 vezes por semana.
  • O desafio é postar em uma quantidade menor, mas um conteúdo que seja relevante, que as pessoas que gostam da marca realmente se sintam impulsionadas a curtir ou compartilhar aqui, que lhes traga informação ou gere algum tipo de status na rede.